Início > Uncategorized > Pessoas erradas em films certos

Pessoas erradas em films certos

3 de setembro de 2011 Deixe um comentário Go to comments

É muito engraçado ver as pessoas criticando “O Albergue”. Elas vão ao cinema ou alugam o filme achando que irão ver borboletas voando ou vampiros homossexuais. Alguns outros vão resolver assistir depois ver o nome TARANTINO na capa ou poster. Depois do filme, chegam em suas casas e escrevem em seus microblogs que o filme é nojento, sádico, violência barata e tem muita gente pelada.

Aqui estão alguns comentários de quem não deveria ter assistido e assistiu:
José Pattinson (nome fictício):
“Me iludi pensando que era bom pq tinha um “Quentin Tarantino” na capa. Me enganaram! Quero meus 93 minutos de volta! =/”

Maria new moon (nome fictício):
“Este filme é horripilante e nojento demais!!! Considero tamanha insanidade e crueldade uma estória dessas…”

Pedrinho Transormers (nome fictício):
“Violencia gratuita.
Sadismo puro.
filme sem objetivo algum.Definitivamente muito ruim.
Nao recomendo”
Pedro FC Marimoon (nome fictício):
(escrito com os erros de ortografia originais)
“Sadismo puro encaixa perfeitamente com filmes, doentios de tortura como os Guinea Pig, é bem falado só poruqe tem direto famoso. Não vale apena”

Agora vamos lá.
Em primeiro lugar, o filme foi escrito, produzido e dirigido pelo Eli Roth. Vocês (pessoas que resolvem sem mais nem menos assistir filmes assim) sabem que tipo de cineasta Eli Roth é? Provavelmente não. Eli Roth é conhecido por filmes e papéis de extrema violência. Assim como todo amante de filmes B dos anos 70\80.

Com isso em mente, uma pessoa vai ao cinema ou aluga deternimado filme já sabendo basicamente em que gênero o filme se encaixa. Você nunca pode ir ao cinema ou na locadora escolher um filme do Eli Roth e esperar um filme de terror café com leite.

Reparei o fato de que o nome Tarantino fez as pessoas alugarem o filme. Muito bem, digam-me a diferença entre os filmes do Tarantino e do Eli Roth? Ok, os filmes do Tarantino tem mais mídia, digamos assim. Mas quem conhece 5% do gosto cinematografico do Quentin Tarantino, sabe que sangue, morte, sadismo e um pouco de humor sempre estarão presentes no seu café da manhã. Ele se alimenta disso. Quentin Tarantino, Eli Roth, Robert Rodriguez, Rob Zombie são amantes constantes dos filmes B, e quase todo projeto destes diretores é uma homenagem aos filmes B que eles tanto amam.

Se você escolhe um filme B atual ou antigo para assistir, é sua obrigação julgá-lo como tal  quando for dizer sua opinião. Você não pode assistir um filme com um orçamento de 500 mil dólares e esperar o resultado de um filme com orçamento de 500 milhões de dólares.
Portanto se você escolhe determinado tipo de filme, deve ter em mente o que esperar, pois caso contrário, acabará se passando por um idiota ao tentar de alguma forma bancar o crítico de cinema no seu blog.

Eu sei que ninguém é dono da razão e qualquer um pode ter a opinião que quiser, mas o mínino que se pode fazer é saber como avaliar isso ou aquilo.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. 7 de setembro de 2011 às 21:48

    Excelente postagem, meu caro!
    Concordo em número, gênero e degrau (como dizia um velho amigo).

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: