Início > Uncategorized > O polivalente Peter Sellers

O polivalente Peter Sellers

9 de setembro de 2011 Deixe um comentário Go to comments

Considero Peter Sellers como um dos melhores atores de todos os tempos. Mais conhecido pela franquia A Pantera Cor-de-rosa (Os dirigidos por Blake Edwards, e não aquela porcaria com Steve Martin e Beyoncé).

Com mais de 50 filmes em sua carreira, Peter Sellers é conhecido por sua capacidade de interpretar vários personagens no mesmo filme. Um exemplo claro disso é The Mouse That Roared ( O rato que ruge), de 1959 dirigido por Jack Arnold. Nesse filme Peter Sellers interpreta duquesa Gloriana XII, o primeiro-Ministro Rupert “Bobo” Mountjoy e o Marechal Tully Bascomb.

Outro filme em que Sellers é extremamente polivalente é o espetacular Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb (ou simplesmente: Dr. Fantástico), um filme de 1964 de humor negro sobre a guerra fria  dirigido por Stanley Kubrick. Nesse filme, Peter Sellers interpreta:

Capitão de grupo Lionel Mandrake, um oficial de intercâmbio britânico.
Presidente Merkin Muffley, o comandante-em-chefe americano, supostamente baseado no político Adlai Stevenson.
Dr. Strangelove, ex-nazista especialista em guerra nuclear, confinado a uma cadeira de rodas e com uma mão incontrolável que aparentemente tem uma mente nazista própria.

Vale lembrar que em Dr. Strangelove, Peter Sellers recebeu a primeira nomeação ao Oscar (recebeu a segunda com o lindo filme Além do Jardim, de 1979, dirigido por Hal Ashby).

Seguindo essa linha polivalente, em Lolita (filme adaptado do maravilhoso livro de Vladmir Nabokov), novamente em parceria com Stanley Kubrick. Sellers tem outra ótima atuação, dessa vez com apenas um personagem, mas que muda várias vezes de “aparência”. Apesar de representar somente um papel, o do vilão Quilty, Peter Sellers tem a oportunidade de fazer outras vozes e personagens como era seu costume: ele se disfarça de um professor alemão para enganar Humbert; e na primeira vez que os dois conversam, ele faz uma voz diferente, para que o professor não o reconheça (eles já haviam se visto em uma festa).

Obrigatórios:

A Shot in the Dark, o segundo filme da série, de 1964
Inspector Clouseau, o terceiro filme da série, de 1968
The Return of the Pink Panther, o quarto filme da série, de 1975
The Pink Panther Strikes Again, o quinto filme da série, de 1976
Revenge of the Pink Panther, o sexto filme da série, de 1978
Trail of the Pink Panther, o sétimo filme da série, de 1982
The Ladykillers, de 1955
The Mouse That Roared, de 1959
Lolita, de 1952
Dr. Strangelove, de 1964
What’s New, Pussycat, de 1965 (com roteiro de Woody Allen em começo de carreira. Woody Allen deveria interpretar o personagem que Sellers interpretou, mas os produtores preferiram Sellers, por ser mais famoso na época. Vale lembrar que anos mais tarde, Sellers era obrigado a aceitar os papéis que Woody Allen recusava)
Murder By Death, de 1976 (Com lindo elenco, entre eles: Truman Capote e David Niven)
Being There, de 1979
E talvez, o mais engraçado de todos, The Party, ou em português: Um Convidado bem trapalhão.


Sellers tinha uma relação estranha com a mãe dominadora e submeteu suas mulheres e filhos a torturas psicológicas. Em uma entrevista ele disse: “odeio tudo o que eu faço, não sei como vocês gostam”.

Em 1964, aos 38 anos, Sellers sofreu uma série de ataques cardíacos (13 em alguns dias), que permanentemente danificaram o seu coração. A condição do coração de Sellers deteriorou-se quando ele adiou tratamento médico adequado, ao optar por “curandeiros psíquicos”. Ele também teve um marcapasso implantado no final de 1970, o que lhe causou problemas consideráveis. Sellers morreu em um hospital de Londres, pouco depois da meia-noite de 24 de Julho de 1980, aos 54 anos.

Em seu testamento, Sellers solicitou que a canção de Glenn Miller “In the Mood” fosse tocada em seu funeral. O pedido é considerado o seu último toque de humor, já que ele odiava a peça. Seu corpo foi cremado, e ele foi enterrado no Golders Green Crematorium, em Londres.

Nome completo: Richard Henry Sellers.
Nascimento:8 de setembro de 1925.
Local: Southsea, Hampshire, Inglaterra.
Morte: 24 de julho de 1980, Londres.

Anúncios
Categorias:Uncategorized
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: